Marketing Cultural x Cultural Marketing


Com conceitos que se conectam, o Marketing Cultural e o Cultural Marketing são pensados em momentos diferentes e são essenciais/fundamentais para a concepção de uma proposta relevante.


Evidenciado especialmente após o surgimento da Lei Rouanet, o Marketing Cultural ganhou vida com a participação de empresas patrocinadoras, e exigiram dos proponentes, produtores, artistas e empreendedores sociais, uma visão de negócios que poucos dominam ou dominavam.


Esse movimento deixou claro a posição chave que os produtores assumiram, ao se tornarem uma especie de extensão dos departamentos de marketing das empresas, com a missão de aferir valor social em seus projetos. Vamos seguir nessa linha.



Marketing Cultural


Assim como tantas outras, o marketing cultural é uma vertente do marketing desenvolvido por qualquer empresa do mundo. Ao levar em consideração o nosso contexto, essa vertente está fortemente relacionada ao patrocínio de projetos culturais, através de incentivos fiscais realizado por empresas privadas.


Como estratégia de marketing, muitas empresas promovem shows, festivais ou assumem espaços culturais, e não necessariamente denominam essa ação como "marketing cultural". Os principais objetivos são a ativação de marca e relacionamento.


No entanto, existem (muitos) casos onde empresas trabalham em parceria com os proponentes, a fim de viabilizar iniciativas através dos incentivos governamentais. É aí que surgem os grandes eventos assinados pelas marcas e com forte apelo midiático.



Exemplo:

A RedBull faz um dos trabalhos mais bem sucedidos quando falamos de exploração de marca. A empresa austríaca, além de fabricar o seu tradicional energético, promove diversas ações em eventos esportivos e culturais, no Brasil e no mundo.


Case: RedBull Music & Culture


Além da RedBull, destacamos algumas empresas brasileiras, na maioria bancos, que exploram as suas marcas ao oferecer espaços de cultura, como: Centro Cultural Banco do Brasil, Itaú Cultural, Caixa Cultural, Espaço Cultural Porto Seguro, Teatro Renault entre outros.

Cultural Marketing


Ao espelhar os conceitos, encontramos o Cultural Marketing, uma expressão muitas implícita nas estratégias de comunicação, que sugere interpretações dentro do próprio marketing. Isso acontece porque independente se você está promovendo um projeto cultural, social ou não, ele pode ser aplicado em seguimentos diversos, como os de produtos e serviços.


Exemplo: As compras de produtos e contratação de serviços pela internet cresceram exponencialmente na última década. Esse comportamento fez com que os consumidores esvaziassem as lojas físicas e os tornaram, cada vez mais, conhecedores de especificações técnicas desses produtos e serviços.


A relação tornou-se mais rápida. O uso frequente de smartphones para acesso a todo tipo de serviço e o engajamento pelo apoio às minorias sociais são outros fatores significativos da nossa cultura contemporânea.Ou seja, ele sempre existiu!

O conceito de "cultura" é utilizado conforme sua definição: conjunto de costumes, hábitos e crenças que formam uma sociedade. Esse contexto, visa considerar tendências sociais através dos indicativos de consumo, empoderamento de classes, panorama socioeconômico e político.


Exige-se aqui uma visão ampla do cenário, e o produtor tem a obrigação de considerá-los como fatores a serem inseridos ainda na fase de elaboração da proposta.



Mas afinal, onde eles convergem? R: Quando a sua proposta tem como estratégia o "Cultural -> Marketing -> Cultural".



Ao elaborar a sua proposta cultural/social, pense no perfil dos seus parceiros institucionais (patrocinadores) que poderão ter melhor encaixe com a seu projeto.


Para isso, leve em consideração um item chave: Público de Interesse, que são formadas por pessoas de uma determinada idade, sexo e classe social.


Considere também criar a Persona que se ajustará a sua proposta. Ela identifica o perfil mais específico dos indivíduos que se conectarão ao seu projeto, ao considerar os seus hábitos, motivações e ideologias.


Obviamente que outros fatores estratégicos, estruturais e de relacionamento vão definir o seu parceiro ideal, mas tenha em mente que uma adequação e clareza do perfil do público e do potencial parceiro, é capaz de concretizar uma etapa importantíssima para qualquer projeto: a captação de recursos.



"Mas se eu tiver um patrocinador com um público de interesse diferente

do meu projeto?"



Quando uma empresa tem como foco principal a atuação na responsabilidade social ou sustentabilidade comunitária, consideram capacidade de gestão, viabilidade do projeto e cuidado com a exploração da marca como itens principais.


A conexão com o público de interesse e a capacidade de engaja-lo na ação, acaba muitas vezes, ficando em segundo plano. Por isso, inúmeros projetos "frios" são viabilizados, mas com pouquíssimo impacto real para a comunidade atendida.


Diferente do Marketing Cultural, o CM é aplicado durante a concepção do seu projeto e não a partir dele, e tem o objetivo de ser um facilitador ao atrair o seu potencial patrocinador ou público.




Exemplo:


O Lollapalooza proporcionou uma ação, envolvendo uma marca e uma jovem que faz parte do seu público de interesse.


Case: Sempre Livre/ Lollapalooza


Festivais são ecossistemas incríveis para proporcionar a ativação de marca por parte das empresas. Se o público do projeto e potencial parceiro forem semelhantes, eis uma oportunidade para a criação de um relacionamento duradouro.

Conclusão


Diversos projetos são oferecidos à muitas empresas todos os dias e com os mesmos objetivos que o seu, torna-lo real. Pode ser que o estágio em que você se encontra seja confortável, onde provavelmente você já tenha desenvolvido um relacionamento duradouro com patrocinador. E isso é ótimo.


Mas é importante compreender que todos estão submetidos as mudanças culturais citadas aqui, por isso, pensar o seu projeto considerando a quem ser destina é fundamental para a sua continuidade.

Reflexão


. O que diferencia a sua proposta das outras da sua cidade, região ou país?


. Como "encaixá-la" na sociedade atual, considerando as especificidades de um mundo cada vez mais conectado e preocupado com questão politicas, sustentáveis e igualitárias?


. Como o seu projeto atende ou poderá atender a sociedade, governo e empresas, ao oferecer aquilo que cada um espera dele?

#marketing #itaucultural #lollapaloosa #redbull

Posts Recentes
Arquivo